Conecte-se

REPORTAGENS VISUAIS

REPORTAGENS VISUAIS#ELEIÇÕES 2018

Registro da candidatura de Lula

Rafael Nascimento| Brasília (DF)

Uma comitiva de partidos de esquerda foram ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) protocolar a candidatura de Lula à presidência, em 2018. O registro foi antecedido por uma marcha de militantes e um ato político em frente ao TSE, onde Fernando Haddad, candidato à vice na chapa petista, leu uma carta que o então ex-presidente enviou aos manifestantes da prisão.

6 de jan. de 233 min de leitura
6 de jan. de 233 min de leitura
Marcha começou na Esplanada dos Ministérios e terminou no TSE. Foto: Rafael Nascimento.
Marcha começou na Esplanada dos Ministérios e terminou no TSE. Foto: Rafael Nascimento.
Militantes de várias partes do país foram à Brasília apoiar o então ex-presidente Lula. Foto: Rafael Nascimento.
Militantes de várias partes do país foram à Brasília apoiar o então ex-presidente Lula. Foto: Rafael Nascimento.
Lula havia sido preso pela operação Lava Jato e a notícia do encarceramento não foi aceita pelos seus apoiadores. Foto: Rafael Nascimento.
Lula havia sido preso pela operação Lava Jato e a notícia do encarceramento não foi aceita pelos seus apoiadores. Foto: Rafael Nascimento.
Caminhada dos militantes ao TSE teve pedidos de soltura do então ex-presidente Lula. Foto: Rafael Nascimento.
Caminhada até o TSE durou cerca de uma hora e reuniu, aproximadamente, 20 mil pessoas. Foto: Rafael Nascimento.
Caminhada até o TSE durou cerca de uma hora e reuniu, aproximadamente, 20 mil pessoas. Foto: Rafael Nascimento.
Polícia militar do DF acompanhou a marcha em todo o seu percurso de 2 km. Foto: Rafael Nascimento.
Polícia militar do DF acompanhou a marcha em todo o seu percurso de 2 km. Não houve incidentes. Foto: Rafael Nascimento.
Movimento Sem Terra também esteve no ato político. Foto: Rafael Nascimento.
Movimento Sem Terra também esteve no ato político. Foto: Rafael Nascimento.
Estandarte improvisado exibia a vontade dos militantes. Foto: Rafael Nascimento.
Lula foi preso no dia 7 de abril de 2018 e, desde então, os militantes clamam por sua libertação. Foto: Rafael Nascimento.
Lula foi preso no dia 7 de abril de 2018 e, desde então, os militantes clamam por sua libertação. Foto: Rafael Nascimento.
MST faz parte da base de apoio à Lula desde o primeiro governo petista. Foto: Rafael Nascimento.
MST faz parte da base de apoio à Lula desde o primeiro governo petista. Foto: Rafael Nascimento.
No palanque, Fernando Haddad lê carta que Lula enviou à militância. "Ele pediu para nos empenharmos na campanha". Foto: Rafael Nascimento.
No palanque, Fernando Haddad lê carta que Lula enviou à militância. "Ele pediu para nos empenharmos na campanha". Foto: Rafael Nascimento.Cópia do registro da candidatura de Lula circula entre os apoiadores. Foto: Rafael Nascimento.
Cópia do registro da candidatura de Lula circula entre os apoiadores. Foto: Rafael Nascimento.
Cópia do registro da candidatura de Lula circula entre os apoiadores. Foto: Rafael Nascimento.
No final do ato político, imagem de Lula é reproduzida por canhões de laser em prédios públicos. Foto: Rafael Nascimento.
No final do ato político, imagem de Lula é reproduzida por canhões de laser em prédios públicos. Foto: Rafael Nascimento.
#ELEIÇÕES 2018
CANDIDATURA DE LULA
PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA
ATO POLÍTICO
REGISTRO DE CANDIDATURA
LULA PRESIDENTE